Veteranos não são responsáveis pelo atraso dos projetos de eletricidade

by -108 views
Gil da Costa Monteiro ‘Oan Soru’

DÍLI (Timor Post) – O Secretário de Estado para os Assuntos dos Combatentes da Libertação Nacional (SEACLN), Gil da Costa Monteiro ‘Oan Soru’, disse discordar das acusações dirigidas a veteranos, de que terão contribuído para o atraso dos projetos de distribuição da energia elétrica no país.

O governante falava esta quarta-feira (13/10) em resposta às críticas lançadas pelas autoridades locais sobre o atraso da distribuição da rede elétrica, no suco de Babui, no Posto Administrativo de Atsabe, Município de Ermera.

“Sempre ouvi vozes a apontar o dedo aos veteranos por travarem projetos como o da construção de estradas ou a distribuição da energia elétrica. Não sei se foi o Gil, João ou António. Se fosse eu a envolver-me neste caso, seria melhor mencionar o meu nome e não a dos veteranos”, lamenta ‘Oan Soru, aos jornalistas, no Palácio do Presidente da República, em Aitarak-Laran.

Apela, por outro lado, aos cidadãos que não interpretem mal as expressões e as situações de modo a não prejudicarem a história de Timor-Leste.

“Ninguém é perfeito. Contudo, os veteranos integram um órgão do Estado que não representa os interesses privados de ninguém. Cada indivíduo deve ser responsável pelos seus atos e atitudes”, frisou Gil da Costa.

Em resposta à pergunta sobre a possibilidade de os veteranos concluírem a segunda dose da vacina para poderem adquirir os seus subsídios, ‘Oan Soru’ disse esperançado que tal venha a suceder-se.

“Como cidadãos, os veteranos devem cooperar e cumprir as regras impostas pelo Estado. A única intenção do Governo é salvaguardar a saúde pública de toda a população timorense”, concluiu. (G1l)

No More Posts Available.

No more pages to load.