Timor-Leste inicia campanha de vacinação contra covid-19

by -101 views

DÍLI- Timor-Leste deu início, esta quarta-feira (07/04), no âmbito da celebração do Dia Mundial de Saúde, à campanha de vacinação contra a covid-19, em Díli.

A Vice-Presidente da Comissão Interministerial da Vacina e Ministra da Saúde, Odete Belo, destacou a importância da vacinação com a AstraZeneca para o combate à covid-19 no país.

“A vacina constitui a última ação na prevenção da covid-19. Hoje, é um dia importante que simboliza o arranque do Programa Nacional de Vacinação contra o novo coronavírus”, afirmou Odete Belo, no seu discurso, no âmbito do lançamento da administração da vacina contra a covid-19 , no Centro de Vacinação, no bairro Formosa, em Díli.

A ministra recordou também que o Primeiro-Ministro, Taur Matan Ruak, pediu ao Ministério da Saúde, Centro Integrado de Gestão de Crise e autoridades locais que dessem o seu contributo para que o Plano Nacional de Vacinação venha a ter sucesso.

Salientou, no entanto, a necessidade de se continuar a chamar a atenção para o cumprimento das medidas sanitárias, como o uso de máscara, lavagem das mãos, etiqueta respiratória e distanciamento social e físico.

A governante pediu, de igual modo, a toda a população que fosse inoculada por forma a garantir mais tarde a imunidade de grupo.

“Chegou o primeiro lote de vacinas da AstraZeneca contra a covid-19. Falta ainda chegar outra remessa dos tais 20% das vacinas facultadas pela Covax Facility”, afirmou.

Lembrou ainda que a organização em causa fornece vacinas aos países em desenvolvimento.

Também o Coordenador dos Oficiais de Ligação da Força Tarefa para a Prevenção e Mitigação da Covid-19, Rui Maria de Araújo, se mostrou satisfeito com o arranque da administração da primeira dose da vacina da AstraZeneca contra da covid-19.

“Quero transmitir uma mensagem a todo o povo para que não tenha receio da vacina, porque esta é idêntica a outras dadas aos nossos filhos, contra a hepatite, sarampo e outras doenças”, disse.

O representante da Organização das Nações Unidas em Timor-Leste, Roy Trivedy, recordou, por seu turno, que, segundo o Primeiro-Ministro, Taur Matan Ruak, 100% das pessoas estarão vacinadas até ao final do ano.

“É urgente implementar o programa e sensibilizar a população para a necessidade de ser inoculada para ganhar a tão ansiada imunidade”, concluiu.

Taur o primeiro a ser vacinado em Timor-Leste

Os primeiros timorenses a serem vacinados foram o Primeiro-Ministro e os presidentes do Tribunal de Recurso e do Parlamento Nacional.

“Ofereci-me para ser a primeira pessoa a receber a vacina contra a covid-19”, afirmou Taur Matan Ruak.

Acompanhado pela esposa, Isabel Ferreira, o Chefe do Governo destacou a importância da sua presença no dia do lançamento da campanha de vacinação.

“Apesar de a Dona Isabel estar preocupada, como muitas pessoas, em relação ao facto de esta vacina ter causado coagulação do sangue em vários vacinados, levando-os à morte, quis marcar presença”, afirmou.

Taur recordou ainda o esforço do atual Executivo, em parceria com vários parceiros de desenvolvimento, para que a vacina contra a covid-19 pudesse chegar a Timor-Leste a tempo de toda a população ser imunizada até ao final de 2021.

“Reconheço o contributo decisivo da Organização Mundial de Saúde, Fundo das Nações Unidas para a Infância [UNICEF], embaixadas dos países amigos e Timor-Leste para evitar que a situação epidemiológica em Timor-Leste se agravasse”, afirmou.

Recordou ainda o facto de Timor-Leste ter registado o primeiro óbito por covid-19.

“Em nome do Governo, apresento as minhas sentidas condolências à família da vítima mortal desta terça-feira bem como às famílias dos mais de duas milhões de pessoas que morreram por causa desta doença infeciosa”, disse.

Taur manifestou ainda o desejo de que o Presidente da República, Francisco Guterres ‘Lú Olo’, venha também a ser vacinado.  (isa)

No More Posts Available.

No more pages to load.