TDD condena a prisão sete dos nove arguidos envolvidos em desvios de pensões de veteranos

by -54 views

DÍLI- O Tribunal Distrital de Díli (TDD) condenou, esta sexta-feira (16/10), sete dos nove arguidos acusados dos crimes de corrupção passiva, falsificação de documentos e burla agravada no caso do desvio de pensões de seis veteranos.

Foram condenados a pena de prisão efetiva Joaquim da Silva “Mate Restu”, com nove anos, Osvaldo Paulo com sete anos, Délio de Jesus Campos com seis anos, Mário de Araújo e Domingos Mendonça com cinco anos.

O Tribunal condenou também Marcelino Pereira e Agustinha da Costa Maria a três anos de prisão e pena suspensa pelo mesmo período.

Já Constantino de Jesus Maia e Célio Maria Noronha Lay foram absolvidos dos crimes de que eram acusados.

O Tribunal deu como provados os crimes, que ocorreram entre 2013 e 2017. Os arguidos, funcionários públicos de diversas proveniências e um bancário, trabalharam em rede e falsificaram documentos para receberem as pensões de seis veteranos, lesando-os em 93.547 dólares americanos, levantados em três fases.

Foram forjados documentos como o cartão eleitoral, tendo sido substituídas as fotografias das vítimas para que pudessem ser levantadas as verbas no Banco Nacional Ultramarino (BNU), onde um dos arguidos trabalhava. (isa)

No More Posts Available.

No more pages to load.