Tane Consumidor dá prioridade a três áreas durante estado de emergência

by -52 views

Díli – O Presidente da Tane Consumidor, António Ramos da Silva, disse na passada quarta-feira (08/07) que a Associação de Defesa do Consumidor de Timor-Leste tinha dado, durante o estado de emergência, prioridade a três áreas – telecomunicações, eletricidade e combustível.

O dirigente referiu ainda que os serviços de telecomunicações tiveram um grande afluxo durante o estado de emergência, devido ao teletrabalho e às aulas a distância, o que provocou uma sobrecarga do uso da internet.

Segundo António da Silva, as medidas impostas pelo Governo relativas à prevenção e ao combate à covid-19 não beneficiaram serviços fundamentais, em particular as telecomunicações.

“Na verdade, o Governo deveria também atribuir subsídios ao setor das telecomunicações”, sugeriu.

O dirigente recordou, de igual modo, o pedido apresentado pela Autoridade Nacional de Comunicações (ANC) para as operadoras, cujo objetivo era reduzir os preços, beneficiando, desta forma, os consumidores, sobretudo aqueles que trabalhavam e estudavam a partir de casa.

O responsável sublinhou igualmente que, apesar de o Governo ter atribuído um bónus de eletricidade de 15 dólares a cada consumidor em todo o território, os problemas de manutenção continuam.

“A luz está sempre a falhar, o que estraga os eletrodomésticos”, lamentou.

António da Silva lembrou, por fim, que, de acordo com a Lei de Proteção ao Consumidor, os fornecedores de bens ou serviços são responsáveis por danos em eletrodomésticos. (mj3)

No More Posts Available.

No more pages to load.