Surgimento de novos casos de covid-19 não é politizado

by -46 views

DÍLI- O surgimento de novos casos de covid-19 em Timor-Leste não se trata de uma politização do Governo para decretar o sexto do estado de emergência, defendeu o Vice-Ministro da Saúde, Bonifácio Maucoli dos Reis.

Questionado sobre o surgimento de novos casos antes da declaração do estado de emergência, o ministro relembrou os esforços do Governo para combater a doença.

 “O público deve agradecer, porque o Ministério da Saúde, toda a comunidade e várias entidades, num esforço comum, trabalham na prevenção e mitigação da covid-19. As pessoas interpretam esta questão como política, mas, na realidade, não é”, afirmou o governante, esta sexta-feira (02/10), à margem do debate na generalidade do Orçamento Geral do Estado (OGE) de 2020, no Parlamento Nacional.

O governante recordou que, na Indonésia, o número de casos do novo coronavírus é elevado.

“Se nos mantivermos assim, não teremos casos importados e, como tal, nenhum caso de transmissão local no país. Tivemos casos, mas a maioria afeta os jovens, que têm uma imunidade forte. Conseguimos colocá-los em confinamento obrigatório, fizeram o tratamento e, por fim, recuperaram”, recordou.

Bonifácio Maucoli apontou exemplos de outros países onde se registaram inúmeras mortes devido ao novo coronavírus, embora possuam um sistema de saúde mais avançado.

“Apesar de outros países terem profissionais de saúde, especialistas e equipamentos para a covid-19, foram reportadas muitas mortes. Nós conseguimos. Não podemos politizar a questão”, sublinhou.

Segundo dados deste domingo (04/10) do Ministério da Saúde, foram já realizados em Timor-Leste 8.268 testes de covid-19, tendo 7.964 dado negativo. Foram reportados 28 casos de infeção em cidadãos já recuperados. Encontram-se em quarentena 292 cidadãos e em autoquarentena 407. Já 4.670 pessoas passaram pelo confinamento. (isa)

No More Posts Available.

No more pages to load.