SPTL e TLCE pedem a MEJD prioridade para professores e infraestruturas escolares

by -42 views

DÍLI – Os presidentes do Sindicato dos Professores de Timor-Leste (SPTL) e da Organização Não Governamental de Coligação para a Educação em Timor-Leste (TLCE, em inglês), Francisco Menezes e Augusto Pires, pediram ao Ministério da Educação, Juventude e Desporto (MEJD) que fosse dada prioridade à situação dos professores e das infraestruturas escolares para que seja garantida a qualidade do ensino.

“Mantemos a nossa exigência até que o MEJD resolva o assunto. É preciso melhorar a vida dos professores. Só a partir daí é que poderão assumir adequadamente as suas responsabilidades”, afirmou Francisco Menezes, aos jornalistas, no passado domingo (09/08), em Caicoli.

Segundo o responsável do SPTL, verifica-se uma distribuição aleatória de professores colocados nos diferentes estabelecimentos escolares.

Também Augusto Pires apelou ao MEJD que acelerasse o processo de pagamento do subsídio aos dirigentes escolares, pois considera-o um estímulo que abre portas à qualidade do ensino no país.

Pediu, de igual modo, que fosse dada primazia às infraestruturas escolares, visto que há diversos estabelecimentos de ensino que não foram, desde 2000, renovadas, dificultando, assim, o processo de aprendizagem, principalmente na época da chuva. (ono)

No More Posts Available.

No more pages to load.