SERVE com queda de 50% nas receitas

by -127 views

Díli- O Diretor-Executivo do Serviço de Registo e Verificação Empresarial (SERVE), Florêncio Sanches, revelou que o SERVE registou uma queda de cerca de 50% das receitas.

“As nossas receitas registaram uma quebra significativa, na ordem dos 50%. Esta descida deveu-se, por um lado, ao facto de termos somente utilizado a DOT, o que condicionou todas as nossas operações e, por outro, à pandemia da covid-19, que acabaria por trazer um enorme impacto. Em consequência deste cenário, O SERVE acabaria por não prestar o serviço de atendimento ao longo de 90 dias”, afirmou na passada terça-feira (22/12), no âmbito da discussão numa mesa redonda entre os setores público e privado com vista à recuperação da economia.

De acordo com o responsável, as empresas registadas foram impedidas de exercerem a sua atividade económica durante a crise sanitária.

Recorde-se que o orçamento canalizado para o SERVE é de 2,5 milhões dólares, verba destinada a prestar atendimento nas sucursais dos diferentes municípios e Região Administrativa Especial de Oé-Cusse-Ambeno.

O diretor afirmou, por último, que a prioridade do SERVE é finalizar as sucursais do SERVE bem como a instalação de um sistema digital para agilizar o serviço de atendimento. (jho)

No More Posts Available.

No more pages to load.