Seis professores timorenses premiados com subsídio

by -52 views

Díli – O Ministério da Educação, Juventude e Desporto premiou seis professores timorenses com um subsídio extraordinário.

Os docentes tinham já obtido um certificado de reconhecimento em 2017 e passaram este ano por um novo processo de avaliação.

Com critérios como uma idade mínima de 30 anos e dez anos de lecionação, do pré-escolar ao ensino secundário, o MEJD procedeu à avaliação pedagógica e científica e do domínio das línguas oficiais e da ética profissional destes professores.

“Receberam antes apenas um certificado e este ano um pequeno prémio [subsídio extraordinário] para os ajudar nas viagens de casa para a escola”, revelou esta quarta-feira (28/10) o Diretor-Geral do Pré-Escolar e Ensino Básico, Apolinário Serpa Rosa, no Infordepe.

Segundo o diretor, os prémios não se dirigem apenas aos professores, visando igualmente melhorar as escolas onde lecionam.

Apolinário Serpa Rosa explicou também que em 2017 o ministério selecionou, entre 39 candidatos, dez professores através de um teste, tendo um participado num concurso na Tailândia e nove recebido o certificado.

“Este ano procedemos a uma reavaliação dos nove professores com certificado”, acrescentou.

Em representação dos seis melhores docentes, Paulo Dias Meneses confirmou a reavaliação do seu trabalho.

“Em 2017, recebemos apenas um certificado. A equipa manteve a avaliação do nosso ensino e liderança e mantemo-nos atualmente como os melhores professores”, afirmou.  (ono)

No More Posts Available.

No more pages to load.