Salas VIP do HNGV em más condições

by -68 views

Díli- O Diretor das Finanças e Logística do Hospital Nacional Guido Valadares (HNGV), Duarte de Araújo, reconheceu esta segunda-feira (02/03) que as casas de banho das salas VIP estão em mau estado, facto que tem deixado muito preocupados os pacientes.

“Dispomos ao todo de 20 quartos VIP. No entanto, algumas casas de banho estão em más condições. Para procedermos à sua manutenção, poderemos utilizar o orçamento duodecimal. Mesmo assim, não estaremos em condições de efetuar obras de reabilitação em todas as casas de banho. Para o concretizar, deveremos aguardar pelo próximo Orçamento Geral do Estado”, afirmou aos jornalistas, no HNGV.

Segundo o responsável, algumas casas de banho e aparelhos de ar condicionado localizados nos quartos VIP estão em mau estado, pelo que serão alvo de remodelação.

“De acordo com o plano de aprovisionamento, há meios para darmos início às obras de reabilitação das casas de banho das salas VIP. Pretendemos igualmente construir de raiz quatro quartos destinados aos membros do Governo, em caso de doença”, referiu.

Duarte afirmou também que deu orientações ao engenheiro para que fosse elaborada a planta da obra e enviada posteriormente à Agência de Desenvolvimento Nacional (ADN) a fim de proceder à análise detalhada de todo o processo de reabilitação do centro hospitalar.

“Foi proposto no plano a reabilitação não apenas das salas VIP, mas de todo o hospital. Dei indicações ao engenheiro no sentido de elaborar a planta da obra de modo a ser enviada à ADN. Encontrei-me com o diretor da ADN para lhe dar conhecimento de todos os dados relativos à planta, porque queremos reabilitar toda a unidade hospitalar e não ficar somente pelas salas VIP”, disse.

De acordo com o diretor, o orçamento previsto para a reabilitação do centro hospitalar ultrapassa os 200 mil dólares.

“Segundo o engenheiro, serão precisos mais de 200 mil dólares para efetuar toda a reabilitação da unidade hospitalar. As obras de requalificação constituem uma prioridade para nós. Recordo que o HNGV foi construído em 2004”, recordou.

O responsável garantiu ainda que, de acordo com os planos do conselho diretivo, todas as casas de banhos serão alvo de obras de remodelação e os preços dos quartos VIP sofrerão um ligeiro aumento.

Duarte considerou ainda legítimo o facto de os pacientes se mostrarem descontentes e protestarem contra a falta de condições das salas VIP.

“Os pacientes mostram o seu descontentamento face às condições que o centro hospitalar lhes oferece. O HNGV tem, pois, de aceitar essa crítica e continuar a garantir o atendimento hospitalar de todos os doentes. Esta é a função do hospital”, afirmou.

O diretor acrescentou que o valor da sala VIP é de 35 dólares para timorenses e 50 dólares para cidadãos estrangeiros. (jry)