RTTL enfrenta falta de meios humanos e de equipamentos

by -335 views
José António Belo

DILI (Timor Post)—O presidente da Rádio e Televisão de Timor-Leste, Empresa Pública (RTTL-EP), José António Belo, disse que a empresa enfrenta atualmente várias lacunas, nomeadamente a falta de recursos humanos, regulamentação, infraestruturas e equipamentos.

José Belo referiu que apresentou recentemente o relatório sobre os atuais problemas que afetam a instituição ao Ministro dos Assuntos Parlamentares e Comunicação Social (MAPCOMS) com vista a discutirem a questão e simultaneamente procurarem soluções viáveis.

“É necessária a revogação ou atualização das leis e dos regulamentos que regularizam a RTTL.EP, pois foram há muito elaboradas. Por isso, encontrámo-nos neste momento em fase de discussão. O edifício e a torre apresentam já fissuras devido à construção ser muito antiga. Tanto o MAPCOMS como a nossa equipa interna estão a envidar todos os esforços para edificar um novo edifício provisório, pois estamos na véspera de entrarmos na estação das chuvas”, disse José, esta terça-feira (14/09), aos jornalistas, no Palácio do Governo.

O presidente adiantou ainda que o edifício provisório será edificado no interior do recinto da instituição pública, em Caicoli, e contará com estúdios e escritórios para os jornalistas.

José Belo acrescentou que assume importância vital o reforço da capacitação dos recursos humanos da instituição, quer através de cursos superiores quer através de formações profissionais.

“Dispomos ao todo de 197 funcionários. Assinámos já um Memorando de Entendimento com a Universidade Nacional Timor Lorosa’e (UNTL) para permitirem aos jornalistas frequentarem cursos de formação. (jry)

No More Posts Available.

No more pages to load.