Rede Feto pede a Governo que resolva problemas em TL

by -138 views
Prezidente Rede Feto, Judit Ximenes

DÍLI – A Presidente da Organização da Rede Feto de Timor-Leste, Judite Ximenes, pediu na quarta-feira (27/11), ao Governo soluções mais eficazes que ajudem a colmatar muitos dos problemas existentes no país, nomeadamente no setor de desenvolvimento do capital social – educação, saúde, infraestruturas, saneamento básico e água potável, incluindo a justiça.

“Com base nos dados de pesquisas no terreno, em relação à educação, regista-se uma escassez de equipamentos básicos, como por exemplo, a falta  de talheres para as refeições nas cantinas escolares dos estabelecimentos de ensino em Manatuto. Ao nível da saúde, há falta de medicamentos e poucos profissionais nos municípios”, disse a presidente, em declarações aos jornalistas, à margem de uma apresentação da plataforma aos membros da Rede Feto, no Salão Delta Nova.

De acordo com esta responsável, a monotorização da plataforma em si visa efetuar a verificação dos problemas existentes nos locais sinalizados. Salientou, por isso, que a Rede Feto mantém redes de cooperação, através de parcerias, de modo a garantir uma melhor qualidade de vida à população.

A presidente lembrou ainda que a organização tem por objetivo efetuar ações de sensibilização, “olhar para o próximo” e monitorizar atividades, bem como elaborar um relatório no âmbito da realização do Congresso Nacional das Mulheres de Timor-Leste.

Judite Ximenes acrescentou a necessidade de colocar os problemas das mulheres rurais como assunto prioritário, visto que muitas delas continuam a não ter ainda acesso à educação e saúde. Sublinhou, por isso, que a Rede Feto, juntamente com as entidades parceiras, continuam a procurar soluções para estes problemas. (LJ2)

No More Posts Available.

No more pages to load.