Quem se sentir afetado com atuação de CAC pode dirigir-se a PDHJ

by -43 views

DÍLI – O Presidente da Comissão A, que trata dos assuntos da Justiça e Constituição, no Parlamento Nacional, Joaquim dos Santos, disse que, caso alguém se sinta afetado com a atuação da Comissão Anti-Corrupção (CAC) durante a distribuição da Cesta Básica, se deve dirigir à Provedoria dos Direitos Humanos e Justiça (PDHJ).

Joaquim dos Santos prestou estas declarações na sequência das preocupações vindas a público sobre a detenção de alguns cidadãos levada a cabo pela CAC. Mostrou-se, contudo, satisfeito com o trabalho da comissão por ter cumprido as regras de prevenção e do combate à corrupção.

“A CAC cumpriu apenas as medidas preventivas do combate à corrupção. A comissão tem o seu próprio código ético. Não podemos interferir. No caso de a sua atuação violar os direitos de alguns cidadãos, cabe à PDHJ tomar conta do assunto”, disse Joaquim dos Santos aos jornalistas, esta terça-feira (15/12), no Parlamento Nacional. (Júlio Salinas Soares)

No More Posts Available.

No more pages to load.