Quatro estudantes da ESSJO detidos após divulgação de vídeo de agressão no Facebook

by -42 views

DÍLI – O Comando da Esquadra Policial de Vera Cruz recebeu, na terça-feira (06/10), um mandado de detenção de quatro estudantes da Escola Secundária São José Operário (ESSJO), após a divulgação de um vídeo na rede social Facebook, que mostra que os detidos a agredirem violentamente um aluno da Cristal.

Os jovens foram detidos no seu estabelecimento de ensino, em Balide, na sequência da agressão física à vítima, que ficou com um hematoma no olho direito.

Para o Segundo Comandante da Polícia Nacional de Timor-Leste (PNTL), o Superintendente Assistente Euclides Belo, qualquer agressão é considerada um crime, pelo que a polícia encaminhará o processo para o Ministério Público (MP).

“Os suspeitos já foram detidos e estão a ser investigados. A PNTL enviou o processo ao MP devido à divulgação de um vídeo na rede social Facebook que mostra claramente a agressão física. Apesar disso, o caso já foi resolvido entre ambas as famílias”, afirmou Euclides Belo aos jornalistas, em Caicoli.

Acrescentou que a PNTL se coordenará com os encarregados de educação e os professores das escolas secundárias Cristal e São José Operário para efetuarem ações de divulgação de informação junto dos alunos com vista à promoção de um ambiente escolar pacífico.

Já Serafina Moy, mãe da vítima, se mostrou “profundamente entristecida” com a agressão ao seu filho, salientando ainda que o jovem está “traumatizado” com o regresso à escola.

“Enquanto mãe, estou muito magoada. Agrediram o meu filho e publicaram, depois, o vídeo no Facebook”, lamentou.

A progenitora confirmou, contudo, que se coordenou com as famílias dos arguidos para selar o problema e este não se repetir no futuro. No entanto, a PNTL viria a denunciar o crime ao MP.

“Já resolvemos, mas a PNTL chamou-nos para apresentarmos os acontecimentos de modo a que o processo seja encaminhado para o MP”, concluiu. (res)

No More Posts Available.

No more pages to load.