Projeto Quinta de Portugal, ACT e CFR promovem “café especial” em Aileu

by -130 views
Coffee plants, Coffea arabica, Aileu, East Timor, Southeast Asia, Asia

Aileu – A Quinta de Portugal (PQP) em cooperação com a Associação Café Timor (ACT) e o Centro de Formação de Recursos (CFR) de Aileu promoveram, esta terça-feira (15/09), no Centro Agroflorestal deste projeto, o evento “Promoção de Melhores Tecnologias de Processamento de Café e da Produção de Cafés Especiais” no Município de Aileu.

O evento contou com a apresentação de vídeos didáticos, demonstrações de provas de café, nomeadamente dos três melhores cafés dos produtores de Aileu apoiados por este projeto financiado e executado pelo instituto português de cooperação, o Camões I.P.

Hugo Miguel Trindade, coordenador do PQP, revelou que esta cooperação tem por objetivo efetuar a formação junto de 36 agricultores de café deste município para melhorarem a qualidade do produto.

“Efetuaremos uma formação junto da população, três vezes por semana, e que se centrará no processo de colheita, descasca e secagem. Pretendemos que permita aos agricultores a obtenção de uma ótima qualidade de café a nível mundial, chamado ‘café especial’. O PQP fornecerá também equipamentos de processamento de café, como máquinas de descasca e redes para a secagem”, disse Hugo Miguel, aos jornalistas do Timor Post à margem da cerimónia de promoção, no Suco Seloi Malere, Município de Aileu.

 Hugo acrescentou que, apesar de os agricultores viverem com café desde crianças, o seu conhecimento sobre a qualidade deste produto é bastante limitado.

“O café, muitas vezes, já perdeu a sua qualidade desde a colheita e ao longo do tempo de armazenamento, ainda antes da descasca. Pretendemos, como tal, envidar todos os esforços para capacitar os produtores de modo a que possam usufruir do seu próprio produto através de uma melhoria de qualidade. Assim, será vendido a preços justos. A nossa porta está sempre aberta para receber quem quer que precise da nossa ajuda”, frisou.

Segundo o coordenador, há possibilidades de o PQP alargar o seu programa nos próximos anos a outros municípios e produtores de café.

Já o Diretor-Geral Florestal do Café, Plantação e Indústria, Raimundo Mão, disse que este evento é um bom exemplo para os agricultores de café em Timor-Leste, encorajando-os a não prestar apenas atenção ao preço, mas também à qualidade do seu produto.

“O papel dos nossos parceiros, Portugal e a União Europeia, na capacitação dos agricultores é de extrema importância para o desenvolvimento estratégico do país. Isto merece o reconhecimento e apoio de todos nós”, disse o diretor-geral.

Participaram na cerimónia os embaixadores de Portugal e da União Europeia em Timor-Leste, o Diretor-Geral Florestal do Café, Plantação e Indústria, o Presidente da ACT, o representante da Asia Foundation, Administrador do Município de Aileu, os quatro Chefes de Postos Administrativos de Aileu, chefes dos sucos e aldeias e a comunidade de Aileu.

O Projeto Quinta Portugal, que intervém no Município de Aileu, visa contribuir para a melhoria da segurança alimentar nacional, através do aumento dos rendimentos das comunidades rurais, através da diversificação das suas produções agroflorestais e do fortalecimento das cadeias de mercado, estimulando a prática de técnicas de conservação e gestão sustentável dos recursos naturais. (mj1)

No More Posts Available.

No more pages to load.