Profissionais de saúde efetuarão rastreio à covid-19 em Liquiçá

by -26 views

Díli- O Centro Integrado de Gestão da Crise orientou os profissionais de saúde para efetuarem um rastreio à covid-19 nas unidades de saúde de Liquiçá. A medida surge na sequência de terem sido detetadas duas infeções com coronavírus em dois professores portugueses que lecionam nesta localidade.

“Em Liquiçá, dois professores estão infetados. A equipa de vigilância epidemiológica continua a trabalhar para saber com quem mantiveram contactos”, avançou Odete Viegas, porta voz do CIGC, numa conferência de imprensa realizada esta quarta-feira (22/04), no Centro de Convenções de Díli.

“Demos orientações à diretora do município de Liquiçá para que seja efetuado o rastreio dos pacientes que vão às consultas. Caso se verifiquem constipações ou febre, essa informação deve ser anotada e comunicada à equipa de vigilância epidemiológica e laboratório. Este é o plano a que damos início no município de Liquiçá”, acrescentou.

Odete garantiu que os dois portugueses infetados se encontram no centro de isolamento em Vera Cruz e que ainda não foram detetados casos de infeção de contactos próximos destes docentes.

“Caso os professores tenham contagiado outros, estamos perante casos de transmissão local. Precisamos, então, de proceder a um controlo. Estamos a realizar o trabalho, mas a equipa de vigilância epidemiológica não identificou infeções entre os contactos diretos destes docentes”, sublinhou.

Também o coordenador do CIGC, Rui Maria de Araújo, confirmou, na sua página de Facebook, o início do rastreio por parte dos profissionais de saúde em Liquiçá.

“A equipa de vigilância epidemiológica e os profissionais de saúde de Liquiçá começaram a intensificar o rastreio entre a comunidade. Iniciaram a triagem no centro saúde para identificarem utentes com infeções respiratórias e os encaminharem para exames específicos”, referiu. (jry)