Presidente do CI: Jornalistas devem ser ‘estrela’ que guia com coragem   

by -97 views

Díli- O Presidente do Conselho de Imprensa (CI) timorense, Virgílio da Silva Guterres, pediu, no âmbito da cerimónia de atribuição das carteiras profissionais aos jornalistas, na passada sexta-feira (18/12), em Delta Nova, Díli, que estes fossem “a luz e a estrela que permitem guiar toda a sociedade” através da difusão de notícias verdadeiras.

O presidente, recordou, em declarações aos jornalistas, que durante a celebração do Natal, na mente de um cristão católico devem sempre subsistir as figuras do Anjo e dos três Reis Magos.

Lembrou que o Anjo, como mensageiro, foi quem deu a mensagem aos pastores sobre o nascimento de Jesus Cristo, enquanto os reis visitaram o recém-nascido.

“Sugiro aos jornalistas que personifiquem a figura do ‘anjo’ para levarem as boas novas aos nossos ouvintes, leitores, telespectadores e toda a sociedade, pois a vossa função é difundir notícias verdadeiras. Devem, pois, encorajar a nossa comunidade, dizendo-lhe que, apesar de a vida ser bastante árdua, não devem perder a esperança”, afirmou Virgílio.

Virgílio acrescentou que, embora as publicações não sejam do agrado de todos, os jornalistas, enquanto profissionais, devem manter o seu papel como agentes de comunicação social.

 “Grande parte das nossas notícias provocam stress a muita gente, principalmente aos nossos líderes políticos. Contudo, é mesmo assim o nosso papel de mensageiro. Devemos continuar a assumir o papel de ‘anjo’ junto dos nossos líderes, gostem ou não. Temos de continuar a divulgar informações à sociedade que tanto precisa. O importante é que as notícias veiculadas sejam factuais na medida em que todos os factos para os jornalistas são sagrados”, explicou. (res)

No More Posts Available.

No more pages to load.