Portugal e UNICEF oferecem 15 concentradores de oxigénio ao Ministério da saúde

by -140 views

DÍLI (Timor Post) – O Governo português e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) ofereceram 15 concentradores de oxigénio ao Ministério da Saúde (MS).

A representante da Embaixada de Portugal em Timor-Leste, Cristina Isabel Faustino, disse que as duas entidades disponibilizaram os equipamentos para ajudar no tratamento dos doentes com covid-19.

“O número de casos ativos na capital continua a aumentar. Por isso, disponibilizámos máquinas de concentração de oxigénio para ajudar os pacientes em estado grave”, afirmou Cristina Faustino aos jornalistas, na cerimónia de entrega dos equipamentos, no Serviço de Aprovisionamento, Medicamentos e Equipamentos de Saúde (SAMES), em Kampung Alor.

A diplomata elogiou esforço do MS, que tem utilizado diferentes medidas de prevenção junto da comunidade para evitar a propagação da covid-19.

“Os casos ativos têm aumentando na capital e nos municípios. Temos de assegurar a vida dos pacientes covid-19 com oxigénio e para isso, precisamos de concentradores de oxigénio”, referiu.

Na mesma linha, o Diretor do SAMES, Francisco Borges, disse que a embaixada e a UNICEF disponibilizaram os equipamentos com o objetivo de dar assistência médica aos infetados com a covid-19.

“Recebemos 15 concentradores de oxigénio que serão utilizados prioritariamente pelos doentes com covid-19 em estado grave”, salientou.

O dirigente sublinhou também que o SAMES distribuirá os equipamentos aos centros de isolamento de Vera Cruz e de Lahane.

Acrescentou ainda que o MS já instalou os equipamentos tanto no hospital, como nos municípios de Covalima e de Bobonaro. Como os equipamentos são suficientes, o SAMES compromete-se a distribuir também para os dois centros de isolamento. (res)

No More Posts Available.

No more pages to load.