População deve consciencializar-se do perigo da covid-19

by -67 views

DÍLI – O Diretor-Geral do Centro Integrado de Gestão de Crise (CIGC), João Miranda ‘Aluc Descartes’, mostrou-se preocupado com a falta de consciência por parte de cidadãos timorenses face à gravidade da situação epidemiológica em Díli.

“Segundo o ponto de vista do CIGC, a população não tem tido acesso à informação necessária para se inteirar da gravidade da situação pandémica vivida no país. Houve mesmo alguns que disseram que o Governo pretendia politizar o novo coronavírus”, disse João Miranda aos jornalistas, esta sexta-feira (19/03), após o encontro no Palácio do Governo.

O dirigente lembrou ainda que o CIGC já tinha realizado várias audiências com o Ministério da Saúde (MS) para promover ações de divulgação de informação junto da comunidade com o objetivo de a sensibilizar para a questão do perigo da doença.

O responsável pediu também à população que não desse caso aos rumores sobre suspeitas de politização do surto por parte do Governo.

“Peço à população que se consciencialize do real perigo da doença que o país enfrenta ao invés de ouvir rumores irresponsáveis. Sabemos que os nossos centros de isolamento e de quarentena não possuem meios logísticos suficientes para receberem infetados em número elevado”, afirmou ‘Aluc Descartes’.

João Miranda ‘Aluc Descartes’ adiantou ainda que o CIGC pretende dar autorização aos cidadãos que queiram sair do Município de Díli. Contudo, a autorização de saída dependerá do resultado do teste laboratorial da covid-19 a que forem sujeitos, conforme a resolução do Governo.

“Caso o resultado do teste levado a cabo pelo Laboratório Nacional dê positivo, não o autorizamos a sair de Díli para outros municípios”, concluiu. (kyt)

No More Posts Available.

No more pages to load.