Polícia acusado de violência doméstica e maus tratos

by -52 views
images google

DÍLI – O Ministério Público (MP) acusa um membro da PNTL de agredir e maltratar a mulher com quem esteve casado desde 2013.

O MP pediu a condenação do arguido a uma pena de dois anos e meio de prisão.

O caso remonta a 4 de julho de 2017, quando a mulher ao aproximar-se do marido terá espreitado no seu telemóvel que estaria a consultar o seu Facebook. Porém, este terá reagido com brutalidade, dando-lhe vários pontapés no estômago.

Dois dias depois, segundo a acusação, o marido voltou a pontapear a esposa, tendo-lhe atingido, desta vez,  a zona lombar. O suspeito terá também apertado a vítima contra a parede, ferindo-lhe, uma das mãos.

Alguns dias depois, o agressor terá novamente agredido a mulher e lançado gás lacrimogénio em sua direção.

No entanto, o arguido negou, no julgamento, todas as acusações que lhe foram imputadas.

A audiência foi presidida pelo coletivo de juízes composto por José Gonçalves, Álvaro Freitas e Arjentino Nunes. O MP foi representado pelo procurador Napoleão da Silva.

O tribunal agendou outra sessão de julgamento para 18 de março deste ano. (Jxy)

No More Posts Available.

No more pages to load.