PNUD e PAM apoiam comércio timorense

by -99 views

Díli (Timor Post) – O Ministério do Turismo, Comércio e Indústria (MTCI) celebrou dois acordos com o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e o Programa Alimentar Mundial (PAM) para apoio ao setor do comércio em Timor-Leste.

De acordo com o ministro da tutela, José Lucas do Carmo, o acordo celebrado com o PNUD tem como objetivo auxiliar os agricultores locais na diversificação dos seus produtos. Já o do   PAM se focará na criação de lojas, no âmbito do Programa Lojas do Povo.

“Vamos trabalhar com o PNUD no apoio às cooperativas nas áreas da agricultura, veterinária, pescas bem como às associações de média e pequenas empresas. Quanto ao PAM, serão construídas lojas do povo nos municípios. Este ano, a organização construirá seis lojas em Díli”, disse José Lucas do Carmo, na passada quinta-feira (26/08), em Bebora.

A representante do PNUD em Timor-Leste, Lazima Onta-Batta, disse, por sua vez, que um dos objetivos do projeto é capacitar os jovens na área de empreendedorismo, uma vez que “são autores de desenvolvimento do país”.

Já Dagen Liu, o representante do PAM em Timor-Leste, referiu que o Programa Lojas do Povo tem por intuito desenvolver o comércio local e nacional para garantir a sustentabilidade e diversificação dos produtos.

Segundo o responsável, um dos objetivos do programa é combater a desnutrição no país, através da capacitação dos agricultores, melhorando, assim, a produção local, nomeadamente de arroz.

“A criação das lojas do povo foi orçada em 100 mil dólares americanos. Estas serão geridas pelos agricultores, pescadores e cooperativas agrícolas”, revelou.

Dagen Liu acrescentou, por fim, que serão vendidos apenas nestes estabelecimentos comerciais produtos locais. (jho)

No More Posts Available.

No more pages to load.