PNTL implementará programa “A Polícia visita a escola”

by -81 views

DÍLI- O Comando do Município de Díli (CMD) da Polícia Nacional de Timor-Leste (PNTL) discutiu, esta quarta-feira (14/10), com 29 diretores de escolas secundárias gerais e técnico-vocacionais a implementação do programa “A Polícia visita a escola”.

“Hoje, reunimo-nos com 29 diretores das escolas para apresentar o programa ‘A Polícia visita a escola’. Este é um segundo programa. Já realizámos no mês passado o ‘A Polícia visita o campus”, disse o Comandante da Polícia Nacional do Município de Díli.

Segundo Henrique da Costa, este programa pretende envolver as unidades de Trânsito e Investigação bem como a Polícia Comunitária para que possam visitar as escolas de modo a divulgar as leis junto dos estudantes, nomeadamente sobre o código da estrada, crimes e investigação.

“Este programa não é apenas para combater crimes, mas educa também estes estudantes, porque alguns não têm informações sobre a legislação, circulando, por exemplo, três pessoas numa mesma mota e sem documentos”, acrescentou.

O comandante lembrou também que o CMD apreende diariamente mais de 30 motorizadas, mas também automóveis, por falta de documentos e acessórios.

Henrique da Costa recordou ainda que há alguns estudantes de escolas em Díli que cometem infrações, e, por isso, a PNTL quer colocar agentes policiais em cada estabelecimento de ensino para que possam fazer uma monotorização direta.

O comandante referiu, por fim, que, neste momento, Timor-Leste está a enfrentar uma crise provocada pela covid-19 e, como tal, a PNTL deve garantir a segurança nos locais de confinamento obrigatório, sendo necessários, para esse efeito, muitos recursos humanos.

Também o Diretor-Geral da Escola Sagrado Coração de Jesus de Becora, o padre Domingos Godinho, destacou a importância da parceria com a PNTL para combater o crime nos estabelecimentos escolares.

“O Comando do Município de Díli convidou-nos, aos diretores das escolas secundárias gerais e técnico-vocacionais, para aqui nos reunirmos e abordarmos a questão do programa ‘A Polícia visita a escola’. Cada escola tem muitos alunos e, por isso, é muito importante trabalhar em parceria com os agentes policiais para que controlem os estudantes”, disse.

Segundo o dirigente escolar, alguns estudantes são indisciplinados, não acatando as orientações da família e da escola.

“É muito importante sensibilizar os estudantes através deste programa, que permite criar paz em Díli, pois a maioria dos alunos nunca ouve os seus pais nem os professores”, acrescentou.

O Diretor da Escola Nobel da Paz, Pedro Menezes, reconheceu, igualmente, que no seu estabelecimento de ensino são frequentes os apedrejamentos entre os alunos, mas defendeu que esta situação não acontece apenas nesta escola, mas também nas universidades.

“Houve já um apedrejamento entre a comunidade de Mascarenhas e os estudantes da Universidade de Díli (UNDIL), onde estiveram também envolvidos os meus alunos”, admitiu.

Pedro Menezes afirmou que, com este programa da PNTL, poderão ser reduzidos estes crimes e criada estabilidade e paz no país, nomeadamente em Díli, acrescentando que a sua escola já tem polícias para apoiar e fazer segurança. (isa)

No More Posts Available.

No more pages to load.