PN pede a MEJD e MESCC que eliminem praxes violentas de novos estudantes

by -93 views

DÍLI – O deputado da bancada do Partido de Libertação Popular (PLP) Abel Pires pediu ao Ministério da Educação, Juventude e Desporto (MEJD) e ao Ministério do Ensino Superior, Ciência e Cultura (MESCC) que interrompessem, nas escolas e universidades, as praxes, conhecidas como atividades de orientação da ‘Era da Nova Ordem’. “Há praxes violentas nas escolas e nas universidades. A orientação com o nome de ‘Era da Nova Ordem’ é da Indonésia. Timor-Leste aplica um sistema da Indonésia, que o próprio país já abandonou”, disse Abel Pires, esta terça-feira (19/01), no plenário Parlamento Nacional.

O parlamentar lembrou ainda que o público se mostra preocupado com os vídeos que circulam nas redes sociais, mostrando os antigos alunos a praticarem violência contra os novos nestas praxes.

“Os nossos filhos praticam violência contra outros. Não fazemos nem resolvemos nada. Que geração é esta que preparamos no nosso sistema educativo e onde acontece anualmente violência”, questionou.

“Não quero os timorenses a sofrerem violência dos seus colegas seniores. Isto tem de parar nas escolas e nas universidades. Se queremos que os nossos filhos se tornem líderes e governem Timor-Leste, temos de os preparar do zero. Se aprendem violência nas escolas e o Estado fica em silêncio, estamos a abandoná-los e governarão com pensamento na violência”, acrescentou.

Já o Ministro dos Assuntos Parlamentares e Comunicação Social, Francisco Jerónimo, prometeu transmitir esta questão ao ministério competente para seja tomada uma decisão.

No More Posts Available.

No more pages to load.