PM ameaça de demissão ministros sem capacidade de execução orçamental

by -43 views

DÍLI- O Primeiro-Ministro (PM), Taur Matan Ruak, ameaçou de demissão membros do atual Governo sem capacidade de execução do Orçamento Geral do Estado (OGE).

“Digo aos nossos ministros que temos duas alternativas. É assinarem contrato e, se não cumprirem, dois dias depois, demito-os, colocando novas pessoas”, advertiu Taur Matan Ruak, esta sexta-feira (13/11), no âmbito da cerimónia de graduação em Formação Avançada em Governação e Liderança Estratégica, no Ministério das Finanças.

O Chefe do Governo pediu aos ministros, diretor-gerais e nacionais mas também pessoal das operações e execução que se responsabilizassem pelo programa e atividades do Executivo.

Afirmou também que, caso o ministério atinja 80% de execução orçamental, “poderá manter o contrato a cada OGE, sendo que terá um orçamento proporcional ao que foi executado”.

Taur Matan Ruak lembrou ainda que, no debate do OGE no Parlamento Nacional, os deputados discutiram com o Primeiro-Ministro por causa da execução, mas os ministros e diretores-gerais estavam sentados ao lado como se não fosse nada com eles.

Acrescentou que o Governo numa primeira fase desenvolveu o orçamento e programa, numa segunda etapa se foca no desempenho e numa terceira nos resultados.

Para o Primeiro-Ministro, não interessam as cores partidárias dos diretores-gerais, mas a sua capacidade para evitar falhas.

 “Quero resultados. Não quero perder o meu tempo convosco. É importante a responsabilidade”, frisou.

Segundo Taur Matan Ruak, é também necessário um trabalho de qualidade e de equipa para se promover a capacidade de execução orçamental. (kyt)

No More Posts Available.

No more pages to load.