PDHJ regista este ano já 102 casos

by -60 views

DÍLI- A Provedoria dos Direitos Humanos e Justiça (PDHJ) registou este ano já 102 queixas, 56 casos de violação dos direitos humanos e 46 ligados à boa governação.

A informação foi divulgada pela Diretora de Investigação da PDHJ, Rosalina Pires, ao Timor Post, esta sexta-feira (04/09), no seu local de trabalho, em Caicoli.

“Fizemos este ano investigação a 21 entidades públicas que estarão envolvidas em casos de violação dos direitos humanos e problemas de boa governação”, explicou.

“A maioria dos casos que registámos vem de instituições do Estado”, afirmou a diretora, acrescentando que grande parte envolve a Polícia Nacional de Timor-Leste (PNTL). Contudo, estão também envolvidas as Falintil- Forças de Defesa de Timor-Leste (F-FDTL).

Além das forças de segurança e de defesa, os casos estão também ligados aos ministérios da Educação, Juventude e Desporto, da Administração Estatal, das Obras Públicas, da Saúde, do Ministério do Turismo, Comércio e Indústria, da Defesa, da Justiça, da Agricultura e Pescas e das Finanças.

Reportam-se também queixas contra a Secretaria de Estado da Formação Profissional e Emprego (SEFOPE), Alfândega, Comissão da Função Pública e Autoridade de Inspeção e Fiscalização das Atividades Económicas, Sanitárias e Alimentares (AIFAESA).

Registam-se ainda casos associados à Direção Nacional da Terras e Propriedades, à Secretaria Regional da Educação e da Solidariedade da Região Autónoma Especial de Oé-Cusse Ambeno (RAEOA) e aos Bombeiros. (mj1)

No More Posts Available.

No more pages to load.