Parlamento preocupado com mau estado de estradas no país

by -51 views

Díli – Os deputados no Parlamento Nacional (PN) mostram-se preocupados com a falta de obras de reparação das infraestruturas básicas no país, sobretudo no que toca às estradas que ligam os municípios aos sucos e à capital do país.

O deputado Sabino Soares “Guntur” do Partido de Libertação Popular disse, na sessão plenária desta terça-feira (09/06), que, embora a estrada entre Aipelu e Bazartete tenha dois sentidos, possui apenas três metros de largura, o que, segundo as autoridades do Município de Liquiçá, pode pôr em risco a segurança na circulação rodoviária.

Sabino pediu, como tal, que fossem realizadas ações de fiscalização por parte da Comissão G do PN para que possa recomendar ao ministério relevante obras de intervenção.

“Hoje de manhã, recebi uma visita do Administrador do Posto de Bazartete. Disse que a estrada que liga Aipelo a Bazartete é muito estreita. Tem apenas três metros, embora com dois sentidos. Ainda para mais, tem, nas bermas, esgotos. Isto poderá pôr em risco a circulação, se se cruzarem duas viaturas pesadas”, afirmou.

Sabino “Guntur” referiu ainda que um troço da estrada entre Asu Inur e Tibar está a degradar-se, surgindo também várias crateras provocadas pelas ondas do mar, o que dificulta a circulação das viaturas ligeiras.

Também o deputado da Fretilin Antoninho Bianco se mostrou preocupado com a largura inadequada das estradas na zona de Soru Kraik e com a queda da Ponte Saudoso La Sama, em Ainaro, pois, apesar de ter sido várias vezes levantado o assunto no plenário, ainda não houve nenhuma resposta.

“Já estou com vergonha. Enquanto natural de Ainaro, já falei muitas vezes sobre a questão, mas não fui ouvido. Espero que este Governo possa em breve resolver o problema”, afirmou.

Respondendo à questão, o Secretário de Estado para a Comunicação Social, Merício Akara, em representação do Governo, garantiu que tinha apontado todas as preocupações e informaria os ministérios relevantes para que respondam com mais detalhes aos deputados.

Merício recordou, no entanto, que o Executivo alocou no Orçamento Geral de Estado (OGE) de 2020 verbas para obras de intervenção nas estradas e pontes, mas o OGE foi chumbado pelo PN, o que impediu também avanços nas infraestruturas.

“Vou informar de todas as questões urgentes. Relativamente ao mau estado das estradas e pontes, foi já registado e serão, na próxima proposta do OGE, alocadas verbas”, garantiu Merício. (f10)

No More Posts Available.

No more pages to load.