Parlamento pede a Governo regulação de preço de voos comerciais

by -34 views

Díli- O Parlamento Nacional pediu, na passada sexta-feira, ao Governo que fossem regulados os preços dos voos comerciais por considerar que existe um aumento substancial no custo dos bilhetes “praticados por empresas de forma aleatória”.

“Está na hora de o Governo timorense regular os preços de bilhetes de voos comerciais, sobretudo o das companhias aéreas Sriwijaya e Citilink, pois registou-se um aumento significativo no seu custo – um bilhete de ida e volta custava 190 dólares. Agora 260 pela Citilink e 420 dólares pela  Sriwijaya”, afirmou aos jornalistas a deputada Veneranda Lemos, no Parlamento Nacional.

A deputada mostrou-se ainda preocupada com a subida do preço do bilhete de ida entre Díli e Kupang, pois viu ser aumentado para o dobro face ao preço anterior, que oscilava entre os 50 e  os 55 dólares.

“O ministério relevante tem de regular o preço dos voos para que não prejudique a população carenciada. As empresas aumentam o preço da forma como bem entendem. É injusto”, insistiu.

A deputada sublinhou ainda que, apesar de os passageiros pagarem os bilhetes a preços altos, “comem apenas pão seco com água, o que não é justo”.

Também o deputado António da Conceição considerou que o preço dos voos é excessivo, condicionando as férias dos cidadãos timorenses no estrangeiro.

“O Governo deve definir um preço justo para os voos comerciais para impedir, assim, o seu aumento conforme a vontade de empresários. Temos de determinar um preço adequado e, ao mesmo tempo, ser controlado pelo Governo”, concluiu. (jxy)

No More Posts Available.

No more pages to load.