Pandemia da covid-19 não impede realização das eleições presidenciais

by -122 views
Prezidente CNE, Jose Belo

DÍLI (Timor Post) – Apesar de Timor-Leste estar a atravessar a crise pandémica provocada pela covid-19, tal não impede que as eleições presidenciais agendadas para o próximo ano não venham a realizar-se.

“Quero informar toda a população que, embora estejamos em contexto de crise sanitária, as eleições presidenciais terão mesmo lugar, à semelhança do que acontece em muitos outros países”, afirmou o Presidente da Comissão Nacional das Eleições (CNE), José Agostinho da Costa Belo, segunda-feira (11/10), no Salão da CNE, em Colmera, Díli.

Segundo o comissário, a CNE e o Secretariado Técnico da Administração Eleitoral (STAE) estão aptos para levar por diante o próximo ato eleitoral. Salientou ainda que os dois órgãos eleitorais deram início a 01 de julho o recenseamento eleitoral em todo o território.

José Belo informou também que várias delegações afetas aos órgãos eleitorais se deslocaram recentemente ao estrangeiro para efetuarem o recenseamento, nomeadamente na Austrália, Portugal, Coreia do Sul e no Reino Unido. O objetivo é permitir que todos os cidadãos timorenses a residirem no estrangeiro possam exercer o seu voto nas eleições presidenciais.

Para o comissário, os órgãos eleitorais estão devidamente preparados para levar a bom termo o processo eleitoral visto disporem de uma vasta experiência, além de contar com o auxílio da comunidade internacional.

O dirigente da CNE avançou, por outro lado, que além de promover a partilha de informação às autoridades locais do Município de Díli, fez deslocar aos municípios e à Região Administrativa Especial Oe-Cússe-Ambeno (RAEOA) os comissários.

O presidente da CNE promoveu recentemente um encontro com as autoridades locais dos municípios de Baucau e de Viqueque, durante o qual foram dissecados os procedimentos a serem levados em conta para a realização do próximo ato eleitoral. (kyt)

No More Posts Available.

No more pages to load.