Pagamento do subsídio: Faltam ainda cerca de 18% dos agregados familiares do Município de Díli

by -57 views

DÍLI- Apesar de nos restantes municípios o pagamento do apoio monetário às famílias ter terminado, em Díli ainda não tinham recebido, até esta quarta-feira (24/06), o subsídio 11.386 famílias, o correspondente a cerca de 18%.

No total, já 273.147 agregados familiares dos 12 municípios, o equivalente a 91% dos 298.491 beneficiários inscritos, receberam o subsídio de 200 dólares americanos, tendo já o Estado desembolsado 54,6 milhões de dólares americanos dos 59,6 milhões previstos.
“Até ontem, 24 de junho, um total de 273.147 agregados familiares já tinha recebido o subsídio, tendo já sido pagos mais de 54,6 milhões de dólares americanos. Até às 22 horas de ontem, o pagamento a nível nacional já tinha atingido 91% do total”, adiantou o Diretor-Geral do Ministério da Solidariedade Social e Inclusão (MSSI), Rui Exposto, esta quinta-feira (25/06), em Caicoli, Díli.

Embora o pagamento nos 11 municípios tenha sido finalizado, não foi paga a totalidade dos subsídios previstos.

Em relação a Díli, Rui Exposto afirmou que o MSSI se concentrará agora nos sucos do Bairro Pité e Comoro.

O diretor apelou ainda aos beneficiários que auferem salários superiores a 500 dólares que devolvessem o subsídio.
“Aproveito esta oportunidade para apelar a todos os beneficiários com um rendimento superior a 500 dólares americanos por mês que, por favor, se dirijam aos chefes de suco ou diretores do Ministério da Solidariedade Social e Inclusão para devolverem as verbas que receberam, que serão depositadas no Banco Nacional Comércio de Timor-Leste e arrecadadas nos cofres do Estado”, pediu.

Segundo o diretor, foram também registadas 11.289 reclamações nos 12 municípios.

Recorde-se que os pagamentos começaram a 09 de junho e deveriam ter terminado a 22 deste mês.

De acordo com Rui Exposto, serão ainda necessários mais alguns dias para que o subsídio seja pago a todos os agregados. As famílias da Região Administrativa Especial de Oé-Cusse Ambeno receberão este apoio apenas em julho. (isa)

No More Posts Available.

No more pages to load.