Onze pessoas que contactaram com doente de covid-19 já em quarentena

by -183 views

DÍLI- As onze pessoas que contactaram com um doente de covid-19, no dia 14 de fevereiro, em Bobonaro, foram levadas pela Equipa de Vigilância da Covid-19 para quarentena, revelou a Coordenadora-Geral da Comissão da Covid-19, Odete Viegas.

“Ontem, recebi a informação, através da responsável do pilar III, de que sete pessoas já efetuaram testes. Realizamos, hoje, os testes para as outras, incluindo o motorista e ajudante. Estão, neste momento, em quarentena em Batugadé”, afirmou a dirigente, esta terça-feira (16/02), em Manleuana, Díli.

Segundo Odete Belo, a equipa efetuará um segundo teste após os 14 dias de confinamento obrigatório.

A responsável pediu a toda a população que não entrasse em pânico por os serviços da equipa de vigilância e segurança das fronteiras estarem a atuar.

Recorde-se que o caso deste homem que entrou ilegalmente no país foi anunciado no domingo (14/02) pela Equipa de Vigilância da Covid-19.

“Este paciente tem 20 anos de idade e é assintomático”, afirmou o Coordenador do Pilar VII da Covid- 19, Nílton da Silva, em Caicoli, Díli.

Segundo o responsável, o doente saiu, no passado dia 05 de fevereiro, ilegalmente de Timor rumo a Atambua, na Indonésia para participar na cerimónia fúnebre de um ente familiar, tendo permanecido lá durante cinco dias.

Segundo Nílton da Silva, o paciente entrou ilegalmente, no dia 10 de fevereiro, no país por via terrestre no posto fronteiriço de Tunibibi, em Bobonaro.

“Após atravessar a fronteira, o indivíduo alugou um motociclo conduzido por um motorista e terá viajado até Maliana Vila. A seguir, apanhou uma anguna [carrinha de caixa aberta], onde iam mais 11 passageiros, até ao Posto Administrativo de Bobonaro”, disse.

De acordo com Nílton da Silva, o paciente chegaria ao suco de Lourba, em Bobonaro, com outros quatro ocupantes e viajariam depois até Bobonaro, onde o cidadão terá ficado sozinho em sua casa.

“No dia seguinte, a comunidade informou as autoridades locais, a polícia e a equipa da vigilância, sobre a sua chegada, tendo sido detido e conduzido à esquadra da PNTL que fica em Maliana para então dar início às investigações”, afirmou.

De acordo com o coordenador, após a fase de inquérito, a equipa de vigilância do município transportou-o, no dia 11 de fevereiro, para o centro de quarentena de Batugadé, tendo-lhe sido efetuado o teste, cujo resultado acabaria por dar positivo. (isa)

No More Posts Available.

No more pages to load.