Oé-Cusse ainda sem Cesta Básica

by -10 views
Foto: Business Timor

Díli – A população do enclave de Oé-Cusse ainda não recebeu a Cesta Básica, embora o programa devesse ser concluído este mês, lamentou a deputada da Fretilin Noémia Sequeira, no plenário, esta terça-feira (16/02), no Parlamento Nacional.

“Apesar de o programa Cesta Básica ter um caráter universal e ser implementado em todo o território nacional, até à data, os habitantes da Região Administrativa Especial de Oé-Cusse Ambeno (RAEOA) ainda não a receberam”, lamentou.

A deputada pediu, por isso, esclarecimentos ao Ministro Coordenador dos Assuntos Económicos (MCAE) em relação a este assunto.

“Quero que o senhor ministro partilhe connosco alguma informação sobre o processo de distribuição da Cesta Básica em Oé-Cusse. Por que é que ainda não foi iniciada na RAEOA? Às vezes, perguntam-me quando será a sua vez? Não lhes posso dar uma resposta clara e certezas, pois desconheço as razões”, disse.

Respondendo à questão, o MCAE, Joaquim Amaral, disse que a distribuição da Cesta Básica nesta região deveria ter sido iniciada, mas não foi possível devido à situação da covid-19.

“Como é sabido, em novembro, estivemos em estado de emergência e Oé-Cusse debateu-se com dificuldades para acelerar a distribuição da Cesta Básica devido à cerca sanitária. No entanto, no dia 19 de fevereiro, será dado início ao programa nesta zona”, concluiu. (jry)