‘Oan Soru’ destaca importância de veteranos depositarem poupanças no BNCTL

by -27 views

DÍLI- O Secretário de Estado para os Assuntos dos Combatentes da Libertação Nacional, Gil da Costa Monteiro ‘Oan Soru’, destacou, esta segunda-feira (04/05), a importância de os veteranos fazerem poupanças, depositando o seu dinheiro no Banco Nacional de Comércio de Timor-Leste (BNCTL).

“O BNCTL é o único banco público que existe neste país, enquanto o BNU [Banco Nacional Ultramarino], o [Banco] Mandiri, o BRI [Banco da República da Indonésia] e o ANZ [Grupo Bancário da Austrália e Nova Zelândia] são estrangeiros”, recordou o secretário de Estado, no âmbito de uma cerimónia de assinatura de um acordo de cooperação entre o Conselho dos Combatentes da Libertação Nacional (CCLN) e o BNCTL para o depósito de poupanças dos veteranos neste banco.

“Tivemos de procurar informações nestas instituições bancárias, mas não dão acesso especial aos timorenses, sobretudo aos vulneráveis, o que poderá ser considerado uma invasão económica neste país”, afirmou.

Gil Monteiro pediu, como tal, aos veteranos que façam poupanças de um dólar por dia e as depositem no BNCTL.

O governante mostrou-se ainda agradecido ao BNCTL por permitir que os veteranos possam depositar o seu dinheiro neste banco.

“Agradecemos ao BNCTL por abrir as portas aos veteranos”, referiu.

Também o Presidente da Administração do BNCTL, António Vítor, confirmou que o CCLN criou um fundo de poupanças, que será depositado neste banco timorense.

“Como é sabido, o CCLN é uma instituição. Possui mais de 27 mil membros. Cada um pode depositar um dólar por dia”, disse.

Segundo António Vítor, o CCLN já depositou, desde janeiro, 3,3 milhões de dólares.

“Este fundo constitui um depósito a longo prazo. Se o conselho tiver planos de investimento, pode levantá-lo”, afirmou. (isa)