MTCI apoia cinco sucos com mais de 200 mil dólares para projeto de turismo comunitário

by -458 views
José Lucas do Carmo da Silva

DÍLI (Timor Post)– O Ministério do Turismo, Comércio e Indústria (MTCI) lançou, na semana passada, um guia sobre o projeto de turismo comunitário a ser levado a cabo nos sucos de Wailili, Waimori, Seloi Kraik, Maibisse Vila e Nnumoge.

O Ministro do Turismo, Comércio e Indústria, José Lucas do Carmo da Silva, disse que os sucos em causa tinham antes efetuado a apresentação do seu plano assim como o pedido de verbas para pôr em marcha o programa de turismo comunitário.

“Vamos financiar ao todo cinco sucos. O orçamento total é de 237,550 dólares, distribuído da seguinte forma. Nesta fase do projeto são disponibilizados 40% deste orçamento. Depois de finalizarmos o projeto, tencionamos atribuir a restante verba”, referiu José da Silva aos jornalistas, na passada sexta-feira (17/09), no discurso do lançamento do programa, no Hotel Novo Turismo.

O governante adiantou ainda a importância do projeto para garantir o sucesso, envolvendo a participação da comunidade no desenvolvimento do setor do turismo.

Na mesma linha, o coordenador do grupo de turismo Seloi Haut Anan, do Município de Aileu, Jeremias da Costa, disse que os responsáveis pelo projeto inovador têm em mão uma tarefa árdua e ao mesmo tempo desafiante com o intuito de beneficiar o desenvolvimento dos sucos e consequentemente proporcionar melhores condições à população.

“O projeto piloto tem como objetivo conceder à comunidade rural condições propícias ao desenvolvimento local”, salientou

Já Chefe do Suco de Uailili, Hernâni de Jesus Araújo, agradeceu ao MTCI por o seu suco fazer parte do projeto ambicioso sobre o turismo comunitário.

“Estamos muito contente, porque Uailili tem um potencial turístico comunitário, nomeadamente o turismo religioso, cultural, além das casas tradicionais”, afirmou.

O líder comunitário revelou, entretanto, que o projeto piloto será implementado nas áreas de Uaisaragi, Laclo e Neulali.

“Muitos jovens e a própria comunidade começaram já a realizar diversas atividades, quer em Sinara quer em Neulale com a ajuda de um pequeno fundo. O objetivo central é atrair os turistas”, concluiu. (jho)

No More Posts Available.

No more pages to load.