MS quer atribuir subsídio ao pessoal de saúde da linha da frente em outubro

by -205 views
Ilustração

Díli (Timor Post) – O Diretor-Geral dos Serviços Corporativos do Ministério da Saúde (MS), Marcelo Amaral, disse que o ministério pretende, em outubro, efetuar o pagamento do suplemento remuneratório aos profissionais de saúde que estão na linha da frente no combate à covid-19.

Segundo o diretor, os nomes que constam da equipa da linha da frente estão atualmente a ser alvo de verificação por parte do MS, antes mesmo de serem encaminhados para o Ministério das Finanças (MF).

“Estamos a analisar com detalhe os dados dos profissionais de saúde que estão na linha da frente. Vamos em breve enviá-los ao Ministério das Finanças. Contudo, temos de garantir que todos os membros da equipa preencham os requisitos estipulados na legislação para evitar que haja qualquer impedimento. Caso não haja contratempos, iniciaremos em outubro o pagamento”, afirmou.

Questionado sobre os profissionais de saúde que, entretanto, já faleceram, Marcelo Amaral assegurou que o seu direito ao suplemento remuneratório se mantém, pelo que a sua família receberá o respetivo dinheiro.

“Continuarão a ter o direito a receberem o subsídio, sempre que comprovarem que estiveram na linha da frente. Exemplo disso, é a lista de presença ou declaração do seu superior relativamente ao trabalho exercido no combate ao novo coronavírus no país”, explicou. (res)

No More Posts Available.

No more pages to load.