MS precisa de melhorar sistema de saúde em TL

by -120 views
Ex-Ministro da Saúde (MS), Nelson Martins

DÍLI (Timor Post) – O Ex-Ministro da Saúde (MS), Nelson Martins, disse que, apesar de Timor-Leste ter registado sinais positivos em relação ao reforço de meios humanos, o ministério precisa de adotar medidas que visam melhorar a qualidade do seu sistema de saúde.

“Recordo que as infraestruturas de saúde foram destruídas em 1999. Não tínhamos, na altura, centros e postos de saúde, além de um número escasso de  médicos. No entanto, hoje o sistema de saúde conta com a colaboração de centenas de médicos, enfermeiros e parteiras. Estes números leva-nos a supor que o desenvolvimento do setor está em curso”, disse Nelson Martins aos jornalistas, esta terça-feira (16/11), no âmbito da comemoração do dia internacional de ciência de saúde, em Maloa, Díli.

O pesquisador defende também que os cidadãos devem ser responsáveis para manter uma vida saudável.

“A nossa saúde não depende dos profissionais de saúde. Temos de a cuidar. Por exemplo, se tenho consciência de que o cigarro é prejudicial à minha saúde, devo parar de fumar. Ingerir muitos alimentos também faz mal à saúde. A juntar a uma alimentação equilibrada deve-se fazer exercício físico. Não podemos, pois, questionar os profissionais, porque a saúde está nas nossas mãos”, frisou.

Nelson Martins insistiu na necessidade de o Governo reforçar o investimento no setor da saúde.

“O desenvolvimento do setor da saúde começa a dar os seus primeiros passos, mas precisamos de dar prioridade aos cuidados de saúde primários. Para tal, requer a cooperação de toda a população. O ministério deve igualmente investir nos hospitais, dotá-los de novos equipamentos mais sofisticados, além de criar novas valências de forma a reduzir o número de transferência de doentes para o estrangeiro. Evitar-se-ia gastos adicionais”, concluiu. (res)

No More Posts Available.

No more pages to load.