MS gasta anualmente sete milhões de dólares com transferência de doentes para estrangeiro

by -27 views
Diretora-Geral da Prestação dos Serviços de Saúde, Odete Viegas

Díli- A Diretora-Geral da Prestação dos Serviços de Saúde, Odete Viegas, disse que o Ministério da Saúde gasta anualmente sete milhões de dólares na transferência de doentes para o estrangeiro.

“O Governo investe anualmente sete milhões de dólares para a transferência de doentes oncológicos, com problemas cardíacos ou a necessitar de hemodiálise para o estrangeiro”, afirmou aos jornalistas, na quarta-feira (03/06), em Vila Verde.

Odete defende que o Governo deve criar condições nos hospitais e investir nos recursos humanos para se reduzirem as transferências destes doentes.

“O Ministério da Saúde tem de investir no país, nomeadamente nos hospitais e nos centros de saúde e reforçar os recursos humanos e materiais. Continuamos a transferir pacientes para o estrangeiro”, disse.

Segundo a diretora, 43 pacientes estão atualmente em tratamentos de saúde no estrangeiro, nomeadamente na Indonésia e Singapura.

“Temos um paciente em Singapura e 42 em Bali, na Indonésia. Um dos pacientes faz hemodiálise”, explicou.

De acordo com Odete, 92 doentes fazem atualmente hemodiálise no Hospital Nacional Guido Valadares (HNGV).

“Encontram-se 92 pacientes no HNGV a fazer hemodiálise. O investimento nesta unidade hospitalar começa a traduzir-se em melhorias. A população confia no hospital, o que é benéfico para a comunidade e reduz os gastos orçamentais do país”, concluiu. (jry)