MS apela a população que previna dengue

by -204 views

DÍLI- A Coordenadora da Comissão da Covid-19 do Ministério da Saúde, Odete Viegas, pediu, na passada sexta-feira (29/01), que a população contribuísse para a prevenção do dengue através de atividades de limpeza.

“Cada família tem o seu papel e deve viver num ambiente limpo para que previnamos o dengue. Não podemos eliminar a doença, mas devemos, pelo menos, reduzir a prevalência. Peço, como tal, a contribuição da comunidade”, afirmou a dirigente, em Caicoli, Díli.

Segundo a diretora, o Ministério da Saúde já efetuou a distribuição de larvicidas e a fumigação para prevenção.

“O dengue não é algo novo. Surge todos os anos. Efetuamos a fumigação e distribuímos os larvicidas. Contudo, a participação da comunidade neste combate é muito importante, porque a doença está ligada ao ambiente que nos rodeia. Os mosquitos não nascem em ambientes saudáveis”, afirmou.

Recorde-se que a Diretora dos Serviços de Saúde do Município de Díli, Agostinha Segurado, revelou, esta quinta-feira (28/01), que a instituição registou só em janeiro 68 casos de dengue na capital.

“Registámos, durante o mês de janeiro e até ontem [dia 27], 68 casos. São, pelo menos, quatro pessoas por dia. Não temos mortos. Apenas doentes”, afirmou a dirigente, no bairro da Formosa.

Também Agostinha Segurado recordou que a instituição mantém as ações de prevenção da doença.

“Continuamos a distribuir larvicidas e a efetuar a fumigação nos locais identificados pelas equipas de vigilância. Não podemos fazer a fumigação em todos os lugares. Fazemo-la apenas nos locais de risco, não olhando para os critérios de 200 metros e efetuando em toda a aldeia”, afirmou a diretora, na Formosa.

Segundo a dirigente, foi criada uma equipa para investigar de forma exaustiva a intervenção deste ano para que possam ser melhorados os métodos de prevenção. (isa)

No More Posts Available.

No more pages to load.