Motoristas de transportes públicos agradecem a Governo retoma de trabalho

by -225 views

DÍLI (Timor Post)—Os motoristas de transportes públicos de Díli, nomeadamente táxis, microletes e autocarros, agradeceram ao Governo por ter autorizado a retoma das suas atividades.

Recorde-se que o Executivo timorense decidiu paralisar a circulação dos transportes públicos de e para Díli assim como dentro da capital devido ao agravamento da situação epidemiológica.

O condutor do autocarro que faz diariamente a ligação entre Baucau e Díli e vice-versa Ildefonso da Costa Freitas mostrou-se satisfeito pela recente decisão do Concelho de Ministros.

“Agradeço ao Governo a decisão de levantar as restrições, permitindo de novo a circulação dos transportes públicos. Só conseguimos sobreviver se regressarmos ao trabalho, pois durante meses não obtivemos nenhum rendimento”, disse Ildefonso, no passado domingo (12/09), ao diário Timor Post, via telefone.

Ildefonso referiu ainda as dificuldades por que passaram todos os motoristas fruto da proibição de circularem durante um largo período de tempo. Para contornar esta situação, o motorista afirmou que os seus colegas de profissão tiverem de viver de pequenos negócios, como a venda de bens alimentares, na capital.

O motorista manifestou também o seu compromisso em cumprir as regras impostas pelo Governo, incluindo com a vacinação de todos os passageiros.

Já o Diretor-Geral do Ministério dos Transportes e Comunicações (MTC), Gaspar de Araújo, disse estar atento às medidas avançadas pelo Governo relativas à autorização dos transportes públicos retomarem as suas atividades. O mesmo se sucede, como refere Gaspar, com o cumprimento do processo vacinal por parte dos passageiros e motoristas.

“O Concelho de Ministros decidiu reativar os transportes públicos como foi anunciado pelo Ministro da Presidência do Conselho de Ministros. Baseado nas recomendações do MTC, anunciei hoje a autorização para retomar as suas operações”, informou Gaspar, na passada quinta-feira (09/09), em conferência de imprensa, aos jornalistas, no salão do MTC, em Caicoli, Díli.

Questionado sobre o número de passageiros admitidos, o diretor respondeu que cabe ao condutor e às autoridades definirem o número limite de passageiros com vista a manter a segurança rodoviária e a prevenir a propagação da covid-19.

O Adjunto-Chefe do Departamento da Segurança Rodoviária Nacional, o inspetor-chefe da polícia, Inocêncio Freitas, destacou, por seu turno, que cabe à Polícia Nacional de Timor-Leste (PNTL) em coordenação com o Centro Integrado de Gestão de Crise (CIGC) efetuarem as operações de controlo e de vigilância quanto ao número de passageiros admitidos em cada transporte pública, além do cumprimento das regras sanitárias impostas pelo Governo.

“Destacaremos efetivos policiais em cada ponto de entrada e saída da capital para garantir o controlo efetivo de todos os transportes públicos. Apelamos, como tal, a todos os viajantes que cumpram as regras que vigoram atualmente para o bem comum”, frisou Inocêncio Freitas. (jho)

No More Posts Available.

No more pages to load.