Moradores de várias partes de Díli sem água

by -198 views

DÍLI (Timor Post) – Os residentes dos sucos de Bebonuk e Fatuhada debatem-se, há sensivelmente um mês, com a escassez de água.

O mesmo se sucede nos bairros de Kampung Baru e Campo Alor, onde os moradores são privados de água há mais de um mês.

Para contornar o problema, os residentes são obrigados a comprar água de diferentes empresas fornecedoras privadas.

“Compramos habitualmente cinco litros de água por cinco centavos”, disse Maria Alves Jerónimo, uma habitante de Bebonuk, ao Timor Post esta segunda-feira (13/09).

Já Júlio Fernandes, um morador de Fatuhada, disse recorrer à água do poço para uso diário, mas devido à falta de higienização, tem comprado água engarrafada em galões para consumo.

“Usamos água do poço para tomarmos banho e lavarmos a roupa. Porém, compramos água engarrafada em galões para beber e cozinhar”, referiu

Ainda segundo Júlio Fernandes, a escassez de água é uma realidade incontornável em outras partes de Díli.

“A falta de água é sistemática. Acredito que em outros pontos da capital, as pessoas enfrentam o mesmo problema”, salientou Júlio Fernandes.

Os moradores lamentam ainda o facto de a empresa Bee Timor-Leste ainda não ter efetuado até a data nenhuma intervenção, pelo que estes pedem ao Governo que encontre rapidamente soluções que ponham fim a este constrangimento. (f10)

No More Posts Available.

No more pages to load.