MNEC pede a população que cumpra medidas de prevenção de covid-19

by -69 views

DÍLI- A Ministra dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Adaljiza Magno, pediu aos jovens timorenses que entram ilegalmente no país que cumprissem as medidas de prevenção da covid-19.

“Ouvimos que alguns jovens foram para o estrangeiro, já regressaram ao país e estão com as suas famílias sem passarem pela quarentena. Esta é a nossa grande preocupação. Peço ao favor aos que entram que passem pelo confinamento obrigatório e entrem legalmente de acordo com a abertura das fronteiras a cada 17 dias para que o Ministério da Saúde os possa transportar para quarentena”, afirmou a ministra, esta quinta-feira (10/09), à margem da reunião do Conselho do Fundo Covid-19, em Aitarak-Laran, em Díli.

Para a governante, apesar dos casos de covid-19, é positivo para os timorenses que não se verifique transmissão local da covid-19.

“É melhor não entrarem ilegalmente. Devem apresentar-se à Migração, que os levará para confinamento obrigatório de modo a evitarem a transmissão local”, acrescentou.

Adaljiza Magno revelou que o cônsul timorense em Kupang mantém o registo dos timorenses que pretendem entrar no país.

“Devem efetuar uma vigilância apertada nas fronteiras terrestres e pedir à comunidade que respeite as regras”, concluiu.

Recorde-se que 14 jovens timorenses viajaram, no dia 03 de setembro, de Kupang e Atambua, na Indonésia, e entraram ilegalmente no país, sem ficarem em confinamento obrigatório. (isa)

No More Posts Available.

No more pages to load.