MESCC comprometido com desenvolvimento de tétum

by -44 views
Ministru Ensinu Superiór, Siénsia no Kultura,Longuinhos dos Santos. Imajen/Egas Cristovao

DÍLI – O Ministério do Ensino Superior, Ciência e Cultura (MESCC) comprometeu-se a garantir o desenvolvimento da língua oficial tétum, tanto no próprio país como no estrangeiro.

Segundo o ministro da tutela, Longuinhos dos Santos, tal como o português, o tétum deve ser promovido.

“Atualmente, o Instituto Nacional de Linguística da Universidade Nacional Timor Lorosa’e (UNTL) está a desenvolver a nossa língua oficial, o tétum”, recordou Longuinhos dos Santos aos jornalistas, na quarta-feira (07/10), no Parlamento Nacional.

O governante referiu ainda que o MESCC e a UNTL contribuem política e financeiramente para a promoção do tétum.

Recorde-se igualmente que o Embaixador da Coreia do Sul em Timor-Leste, Lee Chin Bum, pediu na passada sexta-feira (02/09) ao Governo timorense que “amasse e desenvolvesse” o tétum por considerar esta língua a identidade do país.

“Apesar de o tétum ser apenas falado em Timor-Leste, muitos timorenses ainda não o dominam. Lembro-me que, quando visitei Lospalos, as minhas palavras foram traduzidas para tétum e, posteriormente, para fataluco. O Executivo deve, por isso, continuar a desenvolvê-lo”, sugeriu Lee Bum ao Governo timorense.

Segundo o diplomata, é necessária “uma padronização” da língua, garantindo, desta forma, o fortalecimento do país.

Lee Bum lembrou, de igual modo, que a língua coreana não era também conhecida mundialmente. Contudo, passado algum tempo, o idioma passou a ser falado em diversos países.

“Vê-se agora que, embora Timor-Leste seja um país de pequena dimensão, muitos timorenses sabem falar coreano. A língua coreana tem 75 milhões falantes, ocupando 12.º lugar no mundo”, concluiu. (ono)

No More Posts Available.

No more pages to load.