Mesa do PN reposta a 4 de setembro

by -60 views

DÍLI- Os líderes das bancadas parlamentares decidiram, esta terça- feira (18/08) , em reunião no Parlamento Nacional, realizar a cerimónia de reposição da mesa parlamentar no próximo dia 4 de setembro.

A Secretária da Comissão Permanente do Parlamento Nacional, Lídia Norberta Martins, disse que a data recaiu em 4 de setembro por representar um marco histórico para o povo timorense, que assinala os resultados que deram a vitória da independência do país.

Lídia Martins afirmou ainda que, na reunião que juntou todos os líderes das bancadas, foi discutida a questão da inauguração da mesa do parlamento, salientando que a sua fase de construção está concluída e que já se encontra no plenário.

“Hoje, os líderes das bancadas debateram a data da cerimónia de reposição da nova mesa. Foi então decidido o dia 4 de setembro por ser um dia histórico, data que marca o resultado da consulta popular”, disse Lídia Martins, aos jornalistas, esta terça-feira (18/08), no Parlamento Nacional.
A dirigente da comissão permanente do PN acrescentou que, além da sua inauguração, terá lugar uma eucaristia, ainda que a data não tenha sido determinada.

A empresa Jepara Meubel procedeu já à entrega, esta segunda-feira (17/08), da nova mesa destinada ao Presidente do Parlamento Nacional e de outras duas para os vice-presidentes, mobiliário em teca que, segundo o carpinteiro Domingos Soares, demorou cerca de um mês a produzir.

A Secretária-Geral do Parlamento Nacional, Cedelízia Faria, referiu, por seu turno, que o PN, a Igreja e os lia-nain mantêm a coordenação entre si sobre a questão da cerimónia da reposição da mesa parlamentar.

“Já nos coordenámos com o Secretário de Estado da Arte e Cultura e Ministério da Administração Estatal, pois reunimo-nos três vezes. Acredito que possamos também fazer coordenação com os municípios”, afirmou.

Cedelízia salientou também que o orçamento estimado para a realização da cerimónia, que inclui a vinda dos lia-nain dos vários municípios, é de cerca de 25 mil dólares americanos.

Recorde-se que a mesa do parlamento foi danificada, durante a discussão e votação que levaria à destituição do ex-Presidente do Parlamento Nacional, Arão Noé. (jry)

No More Posts Available.

No more pages to load.