Mercado de Manleuana com menos clientes depois do chumbo do OGE

by -41 views

DÍLI– Os vendedores do Mercado de Manleuana mostram-se preocupados com o impasse político do país e dizem que este tem afetado os seus rendimentos.

Albertina Tilman, vendedora em Manleuana de plantas e adubo, afirmou que o chumbo do Orçamento Geral do Estado (OGE) de 2020 fez cair os seus rendimentos por falta de clientes.

“O lema do Governo é ‘O povo cultiva e o Governo compra’, mas na realidade não compra nada, pois agora o Executivo está num dilema devido à queda da AMP”, disse, na passada sexta-feira (31/01), no mercado de Manleuana.

A vendedora recorda as despesas associadas ao negócio, nomeadamente os três dólares diários de transporte entre Dare e o mercado.

“Todos os dias, tenho de vir de Dare para o mercado para vender as plantas e adubo, mas um dia há clientes e outro não”, insistiu.

Também Carlota de Carvalho, vendedora de legumes, se manifestou preocupada com a diminuição de clientes devido à atual crise política.

“Não há consumidores e, por isso, demoramos entre dois e três dias para vendermos cinco a dez dólares de hortaliças. Sem este impasse político, ganhávamos mais de 40 dólares por dia”, afirmou.

Carlota contou ainda que a margem de lucro nos produtos vendidos caiu radicalmente, sendo que será difícil manter-se assim por muito tempo. (isa)