MEJD supervisionará realização de provas na Escola Paulo VI

by -38 views

Díli- O Ministério da Educação, Juventude e Desporto (MEJD) enviará uma equipa à Escola Paulo VI para supervisionar a realização das provas sumativas do primeiro período, que segundo um despacho do MEJD, deviam ser substituídas por avaliação formativa.

“A equipa vai observar [a Escola Paulo VI]. Caso sejam desrespeitadas as orientações, a escola receberá uma chamada de atenção, pois todos têm de cumprir as regras da covid-19 emitidas pelo Ministério da Saúde”, alertou o Diretor-Geral do Ensino Secundário-Geral e Técnico Vocacional do MEJD, Deolindo da Cruz, ao Timor Post, na terça-feira (23/06), em Vila Verde.

Segundo as orientações do Ministério da Saúde, cada sala não deverá ter mais de 20 alunos para que seja garantido o distanciamento físico.

“Não vi ainda qual a dimensão das salas. Cada sala tem normalmente 40 pessoas. Caso se tratem de salas médias, então o protocolo do Ministério da Saúde não é cumprido”, referiu.

O responsável explicou que, segundo o despacho emitido pelo MEJD, devido à covid-19, as escolas não deveriam realizar provas de avaliação sumativa, mas proceder apenas a uma avaliação formativa.

“O despacho do MEJD altera o modelo de avaliação. Temos de aplicar uma avaliação formativa. Não chegámos a entrar na sumativa”, explicou.

O diretor lembrou ainda que, devido à suspensão das atividades letivas, as escolas não puderam realizar os exames do primeiro trimestre, em abril, nem os poderão efetuar no segundo, em julho. (ono)