MEJD e UNICEF apoiam Alma Sisters Timor-Leste com manual para prevenção da covid-19

by -39 views

Díli– O Ministério da Educação, Juventude e Desporto (MEJD) juntamente com o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF, em inglês) ofereceram, na passada sexta-feira (19/06), 1500 manuais sobre a prevenção da covid-19 à Alma Sisters Timor-Leste, uma organização religiosa sediada em Díli que alberga órfãos e disponibiliza terapia para crianças com deficiência.

“O MEJD e a UNICEF desenvolveram este manual com técnicas simples e fáceis, que se destina aos pais e ao pessoal que trabalha para as nossas crianças com necessidades especiais”, disse a Ministra da Educação, Juventude e Desporto, Dulce de Jesus, na Praia dos Coqueiros.

Segundo a ministra, o apoio tem por objetivo ajudar os pais e os professores a perceber melhor cada etapa de prevenção da covid-19, de uma forma simples, para que possam ser, depois, ensinados estes conteúdos às crianças.

“Apesar de o próprio ministério ainda não ter capacidade para criar uma escola de ensino especial, como a da Alma Sisters, o MEJD está pronto para reforçar as instituições e fundações que se dedicam a esta questão”, garantiu.

A representante da UNICEF Valerie Taton mostrou-se, por sua vez, satisfeita por poder marcar presença nesta “importante ocasião”.

“Estou muito feliz por poder participar hoje nesta importante ocasião e entregar os livros [manuais] que podem permitir os professores da Alma Sisters apoiar as crianças com necessidades especiais na prevenção da covid-19”, afirmou.

A representante recordou também que as atividades letivas foram interrompidas durante o período em que se registou a covid-19 no país, o que limitou também a convivência das crianças com os seus colegas e o acesso a informações sobre o novo coronavírus, em especial sobre a prevenção e propagação. Houve também algumas crianças que sofreram abusos.

Valerie destacou, por isso, a importância do manual em causa para as crianças com deficiência e para aqueles que se dedicam à terapia.

Já a Madre Makrina Levo, representante da Alma Sisters Timor-Leste, disse estar agradecida ao MEJD e à UNICEF pelo apoio.

“Há 57 crianças que estão sob o nosso cuidado. Dezassete residem cá e 40 vêm apenas para fazer terapia. As mais velhas vão estudar fora [da instituição]”, recordou, acrescentando que são provenientes de famílias carenciadas. (ono)

No More Posts Available.

No more pages to load.