MEJD adia recrutamento de 975 professores para 2022

by -318 views
Diretor-Geral da Administração e Finanças do MEJD, Antonino Pires

DÍLI (Timor Post) – O Ministério da Educação, Juventude e Desporto (MEJD) decidiu adiar o recrutamento de 975 professores para o próximo ano devido ao facto de estar a efetuar o processo de verificação dos dados relativos aos professores voluntários e reclamantes.

“O atual programa em execução prevê o recrutamento de professores. No entanto, não o podemos realizar, porque estamos, neste momento, a efetuar a verificação dos dados sobre os professores voluntários e reclamantes”, revelou o Diretor-Geral da Administração e Finanças do MEJD, Antonino Pires, aos jornalistas, na quinta-feira (25/11), no seu local de trabalho, em Vila-Verde, Díli.

Segundo o diretor, os professores voluntários serão chamados a substituir docentes que entrem para a reforma, bem como os que já faleceram.

Antonino Pires informou ainda que uma equipa do MEJD está atualmente a recolher os dados de todos os professores voluntários e reclamantes provenientes dos estabelecimentos de ensino no território.

“Estimamos concluir a fase de verificação dos dados dos professores voluntários e reclamantes em meados de dezembro. Quanto aos professores que vão ser substituídos, já dispomos de todos os dados. Estão contabilizados, até à data, 570 professores já falecidos e mais de 700 que se vão reformar, o que totaliza mais de mil professores”, referiu.

De acordo com os dados disponíveis  pelo MEJD, regista-se um total de mais de 14 mil professores e mais de dois mil professores reclamantes e voluntários. (ono)

No More Posts Available.

No more pages to load.