MAP quer criar Lojas do Agricultor em municípios

by -23 views

DÍLI- A Direção Nacional de Agrocomércio do Ministério da Agricultura e Pescas (MAP) planeia criar Lojas do Agricultor nos municípios.

O Diretor Nacional de Agrocomércio, Fernando Egídio Amaral, defende que a presença de Lojas do Agricultor fora da capital promove o acesso a produtos de outros municípios.

“Estas lojas podem facilitar o acesso dos produtos a nível dos municípios. Na capital, temos as Lojas do Agricultor e um dia, em Lospalos, podem ter acesso [a produtos] de Viqueque e Covalima”, disse Fernando, Amaral aos jornalistas, esta segunda-feira (03/08), na Loja do Agricultor de Fatuhada.

O diretor considera também que os produtos podem chegar aos consumidores dos municípios a preços mais acessíveis.

“Todos ficam a ganhar. [Os consumidores] Podem ter acesso a produtos de zonas agrícolas de Timor, onde se produzem hortaliças, arroz, feijão e café mais baratos”, disse.

Para o ministro, as Lojas do Agricultor promovem também a conectividade rural e urbana, uma política pela qual o Primeiro-Ministro lutou em 2018 e 2019.

“As estradas estão quase em boas condições e as instalações de eletricidade na comunidade são boas”, acrescentou.

A Gerente da Loja do Agricultor de Fatuhada, Rosita Freitas Soares, explicou, por sua vez, que os produtos dos agricultores entram neste espaço comercial e, quando são vendidos, o dinheiro é transferido para a sua conta bancária.

“Os nossos agricultores trazem aqui os produtos. Esperamos que sejam vendidos e o valor é transferido mensalmente para as suas contas bancárias”, disse.

Existem em Díli duas Lojas do Agricultor, uma no Timor Plaza e outra em Fatuhada, onde são vendidos produtos agrícolas locais, como o arroz, amendoim, feijão, soja, banana, laranja e melancia. (mj3)

No More Posts Available.

No more pages to load.