Mais de mil famílias na RAEOA sem eletricidade

by -57 views

RAEOA- Mais de mil agregados familiares na Região Administrativa Especial de Oé-Cusse e Ambeno (RAEOA) não têm acesso a eletricidade devido à distância que separa a estrada e as habitações da população.

“Identificámos mais de mil agregados familiares sem acesso a eletricidade, porque vivem longe da rede de distribuição”, disse o Diretor das Obras Públicas da Região de Oé-Cusse, Cândido dos Reis, ao Timor Post, esta quarta-feira (04/11), no seu local de trabalho, em Santa Rosa, em Oé-Cusse.

O diretor afirmou, contudo, que as autoridades da RAEOA preveem para 2021 a aquisição de painéis solares para toda a comunidade.

“Procuramos outras alternativas para os habitantes que não têm acesso a eletricidade”, referiu.

Já o Chefe de Suco de Taiboco, Joaquim Talfin, contou que, no seu suco, os 97 agregados familiares ainda não têm acesso a energia elétrica.

Joaquim lembrou ainda que as autoridades locais já apresentaram o problema, nomeadamente à Eletricidade de Timor-Leste (EDTL), mas não obtiveram qualquer resultado.

O líder local pediu, por isso, às autoridades da RAEOA que resolvessem o problema, pois alguns habitantes estão já há muitos anos sem acesso a energia elétrica. (ono)

No More Posts Available.

No more pages to load.