Mais de 30% dos jovens timorenses entre os 13 e os 15 anos fumam

by -47 views

DÍLI- O Gestor da Aliança Nacional do Controlo de Tabaco em Timor-Leste, Sancho Fernandes, adiantou, esta terça-feira (02/06), no âmbito do Dia Mundial sem Tabaco, comemorado a 31 de maio, que o número de fumadores timorenses entre os 13 e 15 anos era, no ano passado, de 30,9%, apesar da redução em relação a 2013, ano em que se registavam 42,9%.

“Participei num encontro com o Ministério da Saúde, no Hotel Novo Turismo, após o lançamento da Pesquisa Global sobre o Tabaco entre os Jovens (GYTS, em inglês). Há avanços, pois, em 2013, cerca de 42% dos jovens consumiam tabaco, mas em 2019 reduziu para 30,9%”, afirmou no Fórum das Organizações Não-Governamentais de Timor-Leste (FONGTIL).

O dirigente pediu ao Governo que trabalhasse em parceria com os órgãos de comunicação social para divulgar informações ou mensagens sobre o facto de o tabaco aumentar as complicações com a covid-19 e a necessidade de parar de fumar.

“Parar de fumar poderá ajudar a diminuir os sintomas da covid-19, reduzir o risco de transmissão e melhorar o sistema imunitário”, disse.

O responsável sugeriu também ao Estado que garantisse recursos adequados para os programas de cessação tabágica e uma linha telefónica de apoio aos que querem parar de fumar.

“É preciso reforçar a implementação da lei contra o tabaco, que garante espaços públicos livres de tabaco, locais de trabalho e transportes públicos”, apelou, lembrando que é necessário a população apresentar queixa quando não é cumprida a lei.

Sancho Fernandes pediu ainda ao público que, durante a crise provocada pela covid-19, refletisse e parasse de fumar para reduzir e prevenir os riscos bem como as doenças e mortes causadas por tabaco.

O responsável recordou também que o Regime de Controlo do Tabaco não permite a venda de cigarros avulso a menores.  (isa)

No More Posts Available.

No more pages to load.