Mais de 1.430 timorenses a trabalhar no estrangeiro ao abrigo de programas de emprego

by -56 views

DÍLI- O Diretor-Geral da Secretaria de Estado da Formação Profissional e Emprego (SEFOPE), Paulo Alves, informou que o programa de trabalho no estrangeiro beneficia atualmente1.437 timorenses.

“Há, ao todo, 1.437 timorenses trabalham na Austrália e Coreia do Sul, 1.126 homens e 221 mulheres”, disse o diretor-geral, na passada sexta-feira (24/07), aos jornalistas.

Segundo Paulo Alves, estes cidadãos timorenses trabalham nos ramos da hotelaria, turismo, horticultura, pescas e indústria, devendo enviar, segundo as estimativas, remessas de cerca de 18 milhões de dólares americanos para Timor-Leste.

Paulo Alves referiu ainda que há atualmente 4.604 formandos, oriundos dos municípios de Díli, Baucau, Bobonaro, Manatuto, Lautém e Covalima, a frequentar cursos de língua coreana.

“Efetuamos a formação de língua coreana, como requisito essencial para entrarem no mercado de trabalho na Coreia do Sul”, afirmou Paulo.

Em relação ao programa de autoemprego, o diretor-geral avançou que o Governo já aprovou várias propostas da comunidade.

“Há mais de 200 propostas de pequenas empresas, cinco das quais de portadores de deficiência. Serão beneficiárias 2.139 pessoas”, explicou.

O responsável acrescentou que seriam envidados todos esforços para melhorar as competências dos timorenses através de formações que levem a uma melhoria da economia do país. (jxy)

No More Posts Available.

No more pages to load.