Maioria das crianças e mulheres sofre de violência por razões económicas

by -91 views
Diretora do Programa de Monitorização do Sistema Judiciário (JSMP, em inglês), Ana Paula Marçal

DÍLI (Timor Post) – A maioria das crianças e mulheres timorenses sofre de violência devido a fatores socioeconómicos no seio da família.

“Muitas crianças são obrigadas a efetuar atividades de negócio para sustentar a família. Consideramos isso um atentado aos direitos dos menores, porque os afeta psicologicamente, pondo em risco o seu futuro. Muitas vezes, quando as crianças se opõem à decisão dos pais estão sujeitas à agressão física e a outro tipo de violência. As mulheres são igualmente vítimas de violência devido aos fracos recursos económicos”, disse a Diretora do Programa de Monitorização do Sistema Judiciário (JSMP, em inglês), Ana Paula Marçal, ao Timor Post, na passada sexta-feira (19/11), no seu local de trabalho.

A dirigente associa também o envolvimento dos menores na recolha de resíduos na lixeira de Tíbar à pressão exercida pelos próprios pais, facto que considera lamentável e muito  preocupante.

Segundo o JSMP, registaram-se nos tribunais de Baucau, Oé-Cusse, Díli e de Suai 82 casos de violência contra mulheres e crianças.

A entidade defende ainda a existência de uma lei que visa reforçar a proteção dos menores.

“O JSMP concorda com a lei dos direitos das crianças que está em cima da mesa do Conselho de Ministros. Esperamos que o Governo a aprove para pôr termo à violação dos direitos das crianças”, referiu.

A dirigente sugeriu, entretanto, ao Executivo que visse com os seus próprios olhos as crianças a venderem artigos variados pelas ruas da capital, facto que compromete o país em relação ao combate ao trabalho infantil.

“Os elementos do Governo devem promover ações de sensibilização junto da população para proteger os direitos das crianças”, adiantou.

Ana Marçal acrescentou, por fim, que são muitas as crianças que são vítimas de maus-tratos e de abuso sexual pelos próprios progenitores devido a sua situação de precariedade e de vulnerabilidade. (jxy)

No More Posts Available.

No more pages to load.